28
Out 08

Queridos leitores, a crónica de hoje destina-se ao sexo feminino.

Depois de muito reflectirmos chegámos à conclusão que deveríamos abordar um tema ainda muito desconhecido para a população feminina – a depressão vaginal.

Estudos científicos provaram que dois terços das mulheres deparam no mínimo, com duas depressões vaginais sem o saber, o que é bastante grave, pois a vagina é um órgão importantíssimo para a saúde sexual feminina.  

 

Já sentiu as suas cuecas mais húmidas que o habitual? [Esta questão destina-se às mulher que não sofrem de incontinência, como é claro] Se sim, então é porque a sua vagina estava perante uma depressão, e não, não eram fluidos vaginais, eram lágrimas, a sua vagina também chora.

Os efeitos das depressões vaginais, para além do acima referido variam consoante a pessoa, porém, o mais comum até aos dias de hoje é a falta de apetite sexual, que pode durar meses. O facto da vagina se encontrar num estado debilitado, faz com que a mesma rejeite qualquer penetração, natural ou artificial.

 

Para combater este obstáculo na vida sexual dos nossos leitores, nós, Faneca e Ovelina, damo-vos a conhecer a solução mais eficaz para esta calamidade – as Bananas da Madeira. Estas, apresentam uma cor forte, um amarelo vivo, a sua textura é suave e o seu tamanho atinge os 27 cm de comprimento. Durante a penetração, que não deve ser inferior a 3 horas sem intervalos, a banana da madeira, além de destruir o odor a bacalhau da sua vagina, expandirá a fragrância marítima da ilha da madeira, e se incorporar uma ventoinha na sua extremidade, esta fragrância chegará a locais como as trompas de falópio e os próprios ovários. Desta forma, a sua vagina vai sentir-se num autentico spa , e o desejo sexual reaparecerá em poucas horas.

 

Devido ao tráfego marítimo, as bananas da Madeira demoram cerca de 4 dias a chegar a Portugal, como tal deverá ter sempre uma reserva de bananas em casa para a eventualidade da sua vagina entrar numa depressão.

 

Nota: A ventoinha acima referida pode ser adquirida em qualquer posto de electrodomésticos aderente. Durante o tratamento da depressão evite visitas ao zoológico, pois o seu odor intenso a banana pode provocar os macacos ou outros babuínos.

 

Com os melhores cumprimentos, as amigas, Faneca & Ovelina.

 


27
Out 08

Estimadas Leitoras, hoje vamos dar a conhecer a natureza do ponto G.

Em meados do século passado o Senhor Granfenberg, senhor alemão, equivalente ao Zeze Camarinha, descobriu o tal famoso ponto G. O senhor sofria de impotência, logo não podia satisfazer as suas parceiras com o sexo, tinha de as deliciar com os dedos, dai a alcunha de ‘’magic fingers’’ traduzido para o português, dedos mágicos. Depois de muito estudo teorico e prático o senhor Grafenberg descobriu o tal ponto de que se tanto fala. Corre por ai boatos que a sua fama a articular os dedos era tão grande que vinham mulheres dos quatro cantos do mundo ter com o senhor.

Mas as caras leitoras estarão a perguntar-se: ‘’Como encontrar esse ponto?’’ .

Pois bem, não pense mais nisso, chegou ao mercado um GPS para encontrar o seu ponto G. Vem num pack, com um preço bastante razoável, com uma câmara amovível que se introduz no orifício da vagina, esta vai scanar todo o seu aparelho reprodutor de modo a encontrar o seu ponto G. Bastante prático para aquelas senhoras que fazem nudismo pois, contem um paneil fotovoltaico, armazena a energia solar numa bateria especialmente concebida. Para tal basta abrir as pernas na direcção do sol e deixar esta nova tecnologia actuar. Para aquelas senhoras mais tímidas traz uma pilha alcalina, para maior duração. Depois é só ver no ecrã do seu GPS as coordenadas do seu ponto G. Este pack contém ainda um livro, ‘’Narração dos tempos fabulosos de Granfenberg’’, com todas as indicações de como extrair o maior prazer desse ponto.

 

Até ao próximo post, sexólogas Ovelina e Faneca!

Publicação de Sexólogas às 19:42
Sexualmente:

26
Out 08

Queridos leitores, hoje, a pedido de muitos, dirigimo-nos aos três sexos, feminino, masculino e meio-termo.

A crónica de hoje trata-se de um problema genital que afecta um terço da população do nosso país - os xatos.

Para quem não sabe, os xatos são pequenos animais,maiores que as pulgas e mais pequenos que os carraços, que se desenvolvem no meio das florestas genitas com pêlos de tamanho superior a 1.5 cm (daí que seja aconselhado o seu aparamento regular).

 

Como se identificam os xatos?

Primeiro surge uma forte comixão, seguindo-se de uma diminuição do tamanho e da quantidade de pêlos (devendo-se ao facto dos xatos se alimentarem deles para viver e procriar), por fim surge também um inxaço da zona genital, provocado pela grande actividade dos xatos durante o dia e a noite, e se notar pequenos pontos negros nas cuecas ou boxers, são os côcôs dos mesmos.

Como tratar os xatos?

Ao contrário do que se pensa, os xatos são fáceis de desparasitar. São conhecidos dois métodos de tratamento, um caseiro e um medicinal.

O caseiro corresponde a um aparamento dos pêlos utilizando um pequeno corta-relvas ou  uma moto-serra, deixando-os com apenas 0.5 cm de comprimento e a uma utilização diária de um pente próprio para xatos adquirivel em qualquer loja veterinária. É recomendado também, em cada lavagem usar uma máscara feita em casa, própria para xatos, composto à base de escamas de bacalhau e cimento em pó, assim, ao mesmo tempo que arranca dos xatos da sua selva genital, esfolia a pele e dá um maior brilho aos pêlos.

O método medicinal está relacionado com a ingestão de uma solução aquosa de álcool etilico e sabão azul, designada por XATOLINE, que favorece o enfraquecimento do pêlo e a posterior morte do xato, uma vez que o mesmo deixa de ter o seu alimento.

 

Como evitar o reaparecimento dos xatos?

É muito fácil. Para isso evite que os pêlos atinjam um comprimento superior a 0.6 cm. Use sempre em cada lavagem genital FRONTLINE. Beba por dia no minimo 1 litro de XATOLINE e se possível, evite contacto com animais peludos, possíveis portadores de animais da mesma familia dos xatos.

 

SE MUDA CONSTANTEMENTE DE PARCEIRO SEXUAL, ESTE AVISO É PARA SI:

Antes de partir para aventuras selvagens avalie o comportamento do individuo em questão, nunca se sabe se por detrás de uma boa aparência, está escondido um criador de uma selva de xatos.

SINAIS A TER EM CONTA:

TEM XATOS SE:

  • coça a zona genital em intervalos de tempo inferiores a 2 minutos
  • diz constantemente "não posso mais"
  • se contorse enquanto está sentado
  • rói as unhas enquanto fala

Estes últimos três pontos são característicos de portadores de uma espécie de chatos ainda desconhecida, em que os seus portadores negam a sua existência e tenta disfarçar a comichão.

 

Despedimo-nos com amizade, até ao próximo post

Faneca e Ovelina 

Publicação de Sexólogas às 21:01
Sexualmente:

25
Out 08

O post de hoje ‘e dedicado aos leitores que se sentem incomodados nas festas nudistas intimas com os amigos. O pénis do seu amigo é maior que o seu? Não desespere. Acaba de sair nos mercados a solução para o seu problema. A partir da primeira aplicação já pode socializar com os seus amigos, não seja excluído de mais nenhuma festa nudista.

A empresa mundialmente consagrada PH (Peni Huge) lançou no mercado um novo creme à base de leite de bode, açúcar tailandês, vaselina vinda de uma colheita exclusiva da Rússia. Para completar esta mascara hidratante para o seu pénis devera misturar, numa centrifugadora, 30cl de esperma, colheita do dia.

Aplique 3 vezes ao dia, massajando muito bem o pénis, fazendo movimentos alternados de penetração vaginal e de rotação e translação.

Para melhores efeitos calcule a energia cinética da penetração vaginal, desprezando o atrito, e aplique a mesma energia enquanto massaja o seu pénis.

Garante o crescimento ate 30 cm de comprimento e um engrossamento de 20 cm de diâmetro.

 

Com os melhores cumprimentos, as suas amigas sexólogas que vieram pra ficar, Ovelina e Faneca!

 

Publicação de Sexólogas às 22:14
Sexualmente:
tags:

24
Out 08

Queridas leitoras, hoje vamos dismistificar um mito.

Vamos dar-vos a conhecer as diferenças entre piercing vaginal e piercing clitoriano!

 

Relativamente ao piercing vaginal como o nome indica situa-se na vagina, mais exactamente na sua entrada, designada por lábio pequeno. Este é muito diferente do clitoriano, primeiro, é mais fino e maleável e segundo, apresenta umas bolinhas nas extremidades, feitas de esferovite, para amortecer os movimentos do acto sexual, de forma a não incomodar o acto sexual e o prazer que advém. As bolinhas de esferovite são adquiriveis em qualquer posto de venda de piercings, tendo formas, cores e brilhos especiais no escuro para todos os gostos e o seu preço é bastante acessível, devem ser mudadas pelo menos uma vez por semana por questões de higiene íntima.

 

Quanto ao piercing clitoriano, este localiza-se no clítoris, uma zona de grande prazer para a mulher, como tal, este apresenta uma maior espessura, podendo ser de plástico, metal, ouro e prata. As bolinhas das extremidades são maiores que as anteriores e normalmente têm adornos, como por exemplo os anéis de saturno (bastante comuns nos clitoris de adolescentes). Recentemente foram postos à venda no mercado piercings clitorianos com uma mini-lanterna dentro de cada uma das bolas, porém já existiam microfones e web-cam's integrados, estes últimos são mais dispendiosos, uma vez que oferecem, para além de maior prazer durante o acto sexual, uma melhor panorâmica dos filmes que pretender realizar com os seus pareceiros sexuais, e não estão à venda em qualquer loja, muitos deles só poderão ser adquiridos via internet.




Perante qualquer duvida não hesite, contactos, nós estamos aqui para responder a tudo sobre o mundo genital!

Com os melhores cumprimentos, Sexólogas Faneca e Ovelina. 

Publicação de Sexólogas às 21:17
Sexualmente:

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Arquivador Sexual
2009

2008

Visitas
Curiosidades das Sexólogas
Dúvidas sexuais
 
blogs SAPO